Este site da 3M usa cookies.  Este site e os fornecedores de serviços selecionados da 3M colocam cookies no seu computador, contendo ficheiros de texto, para reconhecer o seu computador e para:

  • personalizar a sua experiência nos sites da 3M
  • apresentar-lhe anúncios criados à medida dos seus interesses
  • recolher dados estatísticos anónimos para melhorar a funcionalidade e o desempenho do site.

Conheça os benefícios de aceitar estas cookies

Pode alterar as suas definições de cookies a qualquer momento, clicando em Cookie Preferences (Preferências de Cookies).

Algumas opt-outs (opções de auto-exclusão) podem falhar devido às definições de cookies do seu browser.  Se pretender definir preferências de auto-exclusão usando esta ferramenta, terá de permitir cookies de terceiros nas definições do seu browser.

Ao clicar em Aceitar e Continuar, estará a confirmar que compreende e aceita as definições de cookies, tal como indicado à esquerda.

Aceitar e Continuar

Ir à página principal de entrada Ir à página principal do negócio Ir à página principal do producto All 3M.com Site Map

Identificar Riscos: Amianto

Amianto é o nome genérico que se dá a um grupo de seis minerais presentes na natureza.










Os depósitos de amianto encontram-se repartidos por todo o mundo. Na Austrália, Canadá, Sudáfrica e na antiga União Soviética.

O amianto diferencia-se de outros minerais porque se apresentam em forma de fibras largas e finas, muito fortes, e resistentes ao calor e às substancias químicas. Por esta razão, desde os anos 40 aos 60 se utilizou muito em produtos de construção muito diversos.

Actualmente sabe-se que as fibras de amianto causam três doenças incuráveis:

  • Asbestosis
  • Cancro do pulmão
  • Mesotelioma

As doenças relacionadas com o amianto matam cada ano, na vizinha Espanha, um número estimado de 1.000 pessoas. Aquelas pessoas que actualmente se encontram em fase terminal estiveram expostas ao amianto pela primeira vez durante os anos cinquenta e sessenta, quando este estava em pleno auge. Geralmente, há um grande período (de até 60 anos) entre a primeira exposição ao amianto e o diagnóstico de doenças relacionadas. Estima-se que o número de mortes relacionadas com o amianto alcançe o número de 10.000 pessoas/ano para o ano 2030.

 



Voltar a: Identificar Riscos