Este site da 3M usa cookies Pode encontrar informações detalhadas sobre os cookies e respetiva utilização na nossa Política de Privacidade. É possível personalizar as definições relacionadas com cookies a qualquer altura, clicando em Preferências de Cookies no rodapé desta página.

Se clicar em "Aceitar e Continuar", está a reconhecer que concorda com a utilização de cookies no seu computador

Aceitar e Continuar

Ir à página principal de entrada Ir à página principal do negócio Ir à página principal do producto All 3M.com Site Map

Sobre Lesões no Pescoço

Desde uma rigidez no pescoço ao clássico traumatismo cervical, a dor nas partes superiores da coluna vertebral é uma queixa frequente – e uma que vem em diversas formas e tamanhos. A dor pode irradiar para baixo para os ombros e braços, tornando potencialmente difícil determinar uma causa manifesta. Esta página oferece um breve resumo sobre as áreas onde frequentemente ocorrem problemas.

 

ANATOMIA

Sete vértebras cervicais, os discos que as separam, os nervos que inervam o pescoço e os braços, as artérias que se dirigem ao cérebro e um sistema de suporte de ligamentos – tudo isto confinado numa área muito pequena do pescoço. São estas áreas funcionais que nos permitem virar a cabeça e dobrar e esticar o pescoço. Tal como com todas as outras articulações e sistemas, a coluna vertebral está sujeita a processos normais relacionados com a idade mas a tensão e a sobrecarga conduzem, igualmente, a alterações dolorosas. Adicionalmente, os fatores psicológicos, como por exemplo o stress, provocam posturas incorretas e tensão muscular.

 

SÍNDROMES DOLOROSAS

Causas frequentes de dor no pescoço são o estreitamento dos forames intervertebrais e as lesões nos discos intervertebrais, provocando potencialmente a constrição dos nervos. A dor surge, inicialmente, na área em torno da coluna cervical, que se apresenta tensa e rígida. A dor que irradia para baixo para os ombros e braços pode causar parestesias.

Estes tipos de dor podem, de um modo geral, ser aliviados pela aplicação local de calor e por um regime de fisioterapia que inclui massagem dos músculos do pescoço. Os relaxantes musculares podem, igualmente, ser incluídos no tratamento, bem como colares cervicais e/ou um suporte para pescoço, que proporciona calor e restringe os movimentos dolorosos.

Esta informação não pretende substituir o aconselhamento médico profissional nem o diagnóstico nem o tratamento. Deve procurar sempre o parecer de um médico com quaisquer questões relativas a uma condição clínica. Não ignore o aconselhamento profissional nem atrase a sua procura devido a qualquer coisa que tenha lido aqui.

Níveis de Suporte
Clique em níveis para expandir
Ligeiro

Nível de Suporte:
Proporciona compressão ligeira, suporte e retenção terapêutica de calor para ajudar a aliviar os sintomas associados a pequenas entorses, luxações e artrite. Confortável para usar durante todo o dia.

Nível de Compressão:
(8-15 mmHg) A compressão ligeira ajuda a aliviar os sintomas ligeiros de varizes, pequenos inchaços e pernas doridas.

Moderado

Nível de Suporte:
Proporciona níveis de compressão ajustáveis, suporte e retenção terapêutica de calor para ajudar a aliviar os sintomas associados a pequenas entorses, luxações, artrite e dor muscular. Confortável para usar durante todo o dia ou para atividades específicas.

Nível de Compressão:
(15-20 mmHg) A compressão moderada ajuda a aliviar os sintomas ligeiros a moderados de problemas que necessitam de suporte, como pequenas varizes e pernas doridas, cansadas e inchadas.

Estabilização Moderada

Nível de Suporte:
Proporciona um suporte de estabilização anatomicamente correto e ajustado. Alivia os sintomas associados a entorses, estiramentos musculares, artrite, lesões por esforço repetitivo e ajuda a evitar o reaparecimento de lesões. Os estabilizadores flexíveis podem ser ajustados à medida ou removidos para um maior conforto.

Nível de Compressão:
(15-20 mmHg) A compressão moderada ajuda a aliviar os sintomas ligeiros a moderados de problemas que necessitam de suporte, como pequenas varizes e pernas doridas, cansadas e inchadas.

Firme

Nível de Suporte:
Proporciona um maior nível de suporte através de uma combinação de materiais flexíveis e não flexíveis que pode incluir materiais de absorção de impacto, de modo a ajudar a aliviar os sintomas associados a entorses, estiramentos musculares, artrite, lesões por esforço repetitivo e ajuda a evitar o reaparecimento de lesões.

Nível de Compressão:
(20-30 mmHg) A compressão firme ajuda a aliviar os sintomas moderados a graves de cansaço ou dores crónicas nas pernas, dores ligeiras nas pernas, varizes moderadas a graves, incluindo durante a gravidez, pós-cirurgia vascular, pós-escleroterapia, tendência moderada para edemas, tromboflebite e ajuda a evitar o reaparecimento de úlceras. Estes produtos fornecem um melhor nível de suporte para os problemas indicados acima.

Estabilização Firme

Nível de Suporte:
Proporciona o nível mais elevado de suporte e estabilização, utilizando estabilizadores flexíveis, articulados, de plástico e/ou de alumínio para ajudar a reduzir o risco de reaparecimento de lesões e aliviar os sintomas associados a lesões agudas.

Nível de Compressão:
(20-30 mmHg) A compressão firme ajuda a aliviar os sintomas moderados a graves de cansaço ou dores crónicas nas pernas, dores ligeiras nas pernas, varizes moderadas a graves, incluindo durante a gravidez, pós-cirurgia vascular, pós-escleroterapia, tendência moderada para edemas, tromboflebite e ajuda a evitar o reaparecimento de úlceras. Estes produtos fornecem um melhor nível de suporte para os problemas indicados acima.